Por que é importante reciclar?

Atualizado: 3 de Set de 2019

A reciclagem se caracteriza como o processo de transformação de resíduos sólidos que seriam desperdiçados, em novas matérias primas ou novos produtos. Essa conversão se dá através de alterações nos estados físico, físico-químico ou biológico dos resíduos.

A reciclagem é muito importante, tanto sob os aspectos ambientais, quanto sob os aspectos econômico e social.


No segmento ambiental, esse processo contribui para a redução de lixo e também diminui a produção de novos materiais, o que exigiria explorar mais recursos naturais, como é o caso do papel, que precisa do corte de árvores para ser feito. Além disso, diminuindo o processo de fabricação de diversos materiais, são reduzidos também a emissão de gás carbônico (CO2), o consumo de energia elétrica, a exploração do solo, do ar e da água. A energia gasta para produzir alumínio reciclado, por exemplo, corresponde a apenas 5% da quantidade gasta para fabricar o produto primário.


Quanto ao âmbito social, além de beneficiar o ambiente onde as pessoas vivem, melhorando as condições ambientais e para a saúde, a reciclagem também é utilizada como fonte de renda. Catadores e carroceiros passam o dia coletando materiais sólidos para vendê-los e assim faturar uma renda, muitas vezes, essencial à sua sobrevivência. Dados mostram que as cooperativas de catadores têm crescido nos últimos anos.


No meio econômico podemos pensar a economia no uso de recursos e a reposição na quantidade daqueles que já foram usados. Além disso, com a movimentação do trabalho exercido por catadores e carroceiros, o setor de reciclagem movimento cerca de 12 bilhões de reais por ano, mesmo que perca uma quantia relevante pelos materiais não reciclados.


Entre alguns materiais que podem ser reciclados, estão:


Plásticos - são transformados em pequenas partículas, utilizadas novamente na fabricação de novos materiais, como sacos de lixo, mangueiras, etc.;


Papel: através da reciclagem, pode ser reaproveitado e transformado em um novo papel, sem a necessidade de que outras árvores sejam cortadas;


Lixo eletrônico - esses tipos de resíduos possuem substâncias que podem ser prejudiciais à saúde humanam e impactam o meio ambiente, como o chumbo e o mercúrio. Dessa forma, não é recomendado que sejam descartados em lixo comum, e a melhor alternativa é a reciclagem, onde esses são removidos e reutilizados na composição de outros produtos. Para quem deseja descartar esses materiais, procure postos de coleta que recebem esses produtos específicos;


Pneus - os pneus não são feitos com substâncias nocivas, entretanto, se descartados da forma incorreta, como jogados em terrenos vazios, podem propiciar ambiente de proliferação de doenças, principalmente a dengue.


Atualmente, o Brasil recicla apenas cerca de 11% de todo o lixo produzido em todo o país. Materiais como garrafas PET e latinhas descartáveis são quase totalmente recicladas. Por outro lado, plásticos, vidro, aço e outros materiais são pouco reciclados.


É preciso espalhar essa ideia pelo país, para que hajam mais serviços de coleta nas cidades e para que os cidadãos entendam a importância da reciclagem!

Logo Assinatura Branca.png

VOLTE AO TOPO